Pratto tranquiliza torcedores do São Paulo e agradece pelo carinho

Com previsão de receber alta do hospital ainda nesta segunda-feira, o atacante Lucas Pratto, do São Paulo, divulgou um vídeo para tranquilizar os fãs e agradecer pelo carinho. O jogador foi internado após ter sofrido uma convulsão no gramado durante o jogo contra o Palmeiras (derrota por 4 a 2). Ele teve um choque de cabeça com o joelho do meia Hernanes e caiu desacordado.

Veja a mensagem de Pratto:

– Queria só falar para todo mundo que estou bem. Agradecer pelas mensagens de carinho e apoio. Também agradecer aos jogadores de outros times e aos torcedores de outros times, não só do São Paulo. Recebi muito carinho nesse dia, que foi um pouco difícil para mim. É só agradecer todo mundo, que estou bem, e falar para a torcida do São Paulo que estou pronto para voltar trabalhar e sair dessa situação. Ficamos muito tristes na situação que estamos e vamos conseguir sair.

 O médico do São Paulo, José Sanchez, explicou que, nesta segunda-feira, Pratto se submeteu a mais duas ressonâncias, da coluna cervical e craniana. Segundo ele, ambas se mostraram normais. Assim, segundo Sanchez, a expectativa é que Pratto receba alta ainda nesta segunda.

Sobre o retorno do atacante aos treinos, o departamento médico são-paulino estima que ele possa trabalhar já nesta quarta-feira, quando a equipe se reapresenta de olho na próxima partida, contra a Ponte Preta, dia 9 de setembro, no Morumbi.

De acordo com o São Paulo, a expectativa é que Pratto, nos primeiros dias, trabalhe isolado, evitando quaisquer choques na cabeça, e caso evolua bem, volte a trabalhar com os companheiros até o fim da semana.

– Nós ainda vamos fazer uma complementação nas avaliações, pois temos um protocolo de concussão, e vamos seguir esse protocolo rigorosamente. Faremos um teste de pós-concussão, e dependendo dos resultados vamos liberá-lo para as atividades. Na quarta-feira ele já vai estar em condição de fazer um trabalho evitando traumas na cabeça e, baseado nas avaliações posteriores, liberamos ele ou não para fazer atividades com o grupo. Estimamos que até o final da semana ele esteja liberado para participar as atividades – disse José Sanchez.

Compartilhar: