TCE-PB inicia auditorias para fiscalizar multas aplicadas pela Semob-JP

Foram designados dois auditores para o processo, que será coordenado pelo conselheiro Nominando Diniz, que é o relator das contas de João Pessoa referentes ao exercício de 2017

A arrecadação Superintendência de Mobilidade Urbana de João Pessoa (Semob-JP) através de multas aplicadas pelo sistema de monitoramento eletrônico começou a ser fiscalizada pelo Tribunal de Contas do Estado da Paraíba (TCE-PB) nesta quinta-feira (17).

Foram designados dois auditores para o processo, que será coordenado pelo conselheiro Nominando Diniz, que é o relator das contas de João Pessoa referentes ao exercício de 2017.

Até o mês de junho deste ano já foi registrada a arrecadação de mais de R$ 8 milhões em multas. A Semob-JP terá que comprovar a aplicação dos recursos arrecadados e detalhar as ações desenvolvidas a partir deles.

A auditoria foi aprovada por unanimidade pela Corte em sessão da semana passada. A propositura do conselheiro Nominando Diniz foi feita devido ao aumento das reclamações em relação às multas de trânsito. Além disso, também foi constatado o aumento da arrecadação através de multas.

“O TCE, sem entrar no mérito das multas, vai começar a inspeção in loco, focando em questões especificas”, revelou o relator Nominando Diniz, informando que o tempo de duração da fiscalização deverá ser de 30 dias, quando será anunciado o resultado da auditoria.

CLICK PB

Compartilhar: